Indivíduo vestido como prisioneiro provoca caça ao homem nos EUA .

As autoridades do condado de Flagler, no estado norte-americano da Florida, cortaram estradas, fecharam escolas e até utilizaram cães pisteiros para procurar um prisioneiro foragido. O problema é que ninguém tinha fugido da prisão.Esta verdadeira caça ao homem foi accionada após um agente da autoridade ter visto um indivíduo no quarto de banho de uma estação de pesagem de camiões.

O homem vestia um traje azul com uma lista branca dos lados, tal como um uniforme prisional. O polícia foi procurar um responsável prisional e, não tendo encontrado nenhum nas proximidades, regressou ao quarto de banho.

Como o “prisioneiro” já lá não estava, o agente decidiu desencadear uma operação de busca. Equipas da polícia fizeram buscas a pé na região, unidades de cães pisteiros tentaram rastrear um odor e bairros inteiros foram fechados para bloquear todos os trajectos de fuga.

Uma residente local afirmou ao site “WFTV.com” que, apesar de agradecer a resposta rápida da polícia, esta terá sido demasiado célere. Isto porque, após uma contagem de cabeças em quatro prisões e uma verificação aos transportes prisionais, o Departamento Correccional determinou que não faltava nenhum prisioneiro.

Ainda assim, a maioria dos habitantes não se importou com as buscas nos seus bairros e considera que a polícia tomou a melhor opção, já que se podia ter tratado de uma situação real.

As autoridades afirmaram que antes preferiam procurar e não encontrar nada do que ignorar o que o agente viu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: