Austrália: Queixaram-se do barulho e receberam “gelado envenenado”

Uma pequena guerra estalou entre um dos mais famosos “pubs” de Sydney e uma família que acusou os cozinheiros do bar de servirem excrementos humanos no gelado. Tudo porque a família se queixou que não conseguiu ouvir a emissão televisiva devido ao volume da música ambiente.O ministro australiano responsável pela pasta da alimentação, Ian Macdonald, confirmou esta quarta-feira que foram encontrados dejectos congelados num gelado de chocolate servido a Steve Whyte e à sua mulher Jessica, que ficaram “seriamente doentes” depois de o comerem, noticia a Reuters.

“Quando o cheiro me chegou às narinas, vomitei e cuspi tudo no guardanapo”, afirmou Jessica Whyte relativamente ao caso que os media locais já apelidaram de “gelati-gate”.

O “gelado envenenado” foi alegadamente servido no Hotel Coogee Bay, um dos maiores e mais populares hotéis existentes nas praias de Sydney.

No entanto, o bar nega que tenha servido excrementos à família Whyte depois de estes se terem queixado que não conseguiam ouvir um jogo de futebol, que passava na televisão, devido ao volume exagerado a que estava a música ambiente no local.

Tanto o cozinheiro como o gerente do restaurante afirmaram estar disponíveis para serem sujeitos a testes de DNA para provarem a inocência de cada um.

Ambas as partes acusam a outra de apenas pretenderem negociarem somas de dinheiro, com a família Whyte a dizer que lhes foi oferecido uma quantia de cerca de 2.600 euros, em dinheiro vivo, pelo gerente principal do “pub”, Tony Williams. Os responsáveis do bar acusam os Whyte de quererem negociar uma quantia superior a 500 mil euros relativa a danos.

O caso está a despertar a atenção dos australianos e dos media para os casos de “vingança culinária”.

O ministro Macdonald explicou que irão ser efectuadas as análises ao DNA para determinar se a amostra dos excrementos é de origem humana ou animal, enquanto as autoridades policiais e alimentares continuam a investigar o caso.

“Obviamente estamos a deixar todos os cenários em aberto pois não pretendemos de qualquer maneira influenciar a investigação”, disse Macdonald.

Os responsáveis do hotel dizem estar a vigiar permanentemente os seus funcionários e afirmaram que os seus testes laboratoriais não revelaram qualquer contaminação no recipiente do gelado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: