Tondela: Gravuras rupestres estiveram 15 anos em segredo

 Gravuras de arte rupestre, encontradas há mais de 15 anos por um caçador, num eucaliptal de Vilar de Besteiros, no concelho de Tondela, foram agora dadas a conhecer, depois de o homem ter contado o seu segredo a um professor da escola secundária da região. Originárias do Período do Calcolítico e Bronze Inicial, as gravuras representarão o culto da fecundidade, já que mostram o que parecem ser duas serpentes, uma imagem feminina, com um bebé a sair-lhe do ventre, e uma masculina, que oferece algo aos deuses. «Primeiro localizei um buraco maior, depois apercebi-me de que poderia haver aqui algo com bastante significado», explica o caçador, que, como não conhecia ninguém que se dedicasse ao estudo destas matérias, preferiu partilhar a informação apenas com o filho, para evitar que o lugar fosse «vandalizado». Quando Jorge Gomes, professor do secundário que, há 20 anos, se dedica à investigação do património megalítico, visitou o local de trabalho de António Ferreiro, para saber informações sobre um monumento que aí teria existido, este percebeu que «era a pessoa certa para contar o segredo», o que se veio a verificar, depois de uma visita ao eucaliptal. O docente confirmou que se tratava de «um achado excepcional», já que o exemplar de «arte naturalista» não deixa dúvidas. Trata-se da «representação do culto da fecundidade», um tema «muito raro» no período em que terão sido feitas as gravuras, sendo, por isso, uma descoberta «extremamente importante para a arte galaico-portuguesa». «Este achado confirma e legitima o que os especialistas têm defendido: que estas civilizações davam uma importância extrema ao culto da fecundidade», esclarecendo que a imagem masculina estará, alegadamente, a oferecer aos deuses um machado, que seria um dos objectos mais importantes da época, para agradecer pelo nascimento de um filho. As gravuras rupestres já foram dadas a conhecer aos serviços regionais do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) e à Câmara Municipal de Tondela, que prometeram preservá-lo e «fazer um estudo exaustivo do local».

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: