Entrevista na Rádio Cova da Beira

     Paula Charro trabalha á 18 anos na rádio Cova da Beira, gosta muito de lá trabalhar porque é jornalista mas também faz programação, mas também gosta muito de ser realizadora.Ser realizadora de um programa é pensa-lo, elabora-lo e leva-lo até aos ouvintes. 

Para fazer um programa em directo é preciso ter um guião, ter uma grande responsabilidade porque se alguma coisa corre mal quem está atrás do microfone é que tem essa responsabilidade.

Paula Charro diz que um programa em directo dá mais adrenalina do que fazer um programa gravado. Também diz que um gafe é um erro. Acontece que estão a pensar numa coisa e sai outra. Acha muita graça as suas gafes porque gosta de se rir de si própria, porque aprendemos com os nossos erros.

Miguel Malaca trabalha lá á 17 anos, diz que dá muito trabalho mas que vale a pena trabalhar na rádio, diz também que gosta de fazer um programa em directo tendo um guião sabendo aquilo de se vai fazer mas não se deve pensar muito exactamente no que se vai dizer, deve-se estar confiante. Ele diz que uma gafe é um erro mas acha muita piada ás suas gafes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: