Vamos continuar a maltratar os animais?

O ser humano sempre procurou cura para as suas doença. Os conhecimentos dos primeiros “médicos” provinham da observação do Homem e, dos animais. No século XIX, a utilização de cobaias cresceu tanto que há quem seja de opinião que foi responsávelpelo rápido desenvolvemento científico. Com efeito, basta olhar para a lista dos prémios Nobel da Medicina para verificar que os animais desempenharam um papel fundamental no desenvolvimento da Ciência.

Autores: Mafalda Almaça e Mafalda Sardinha

Desde 1901 até agora, 70 dos 103 galardoados realizaram pesquisas com recurso a animais. Qualquer espécie servia para as experiências em laboratórios: os primatas foram utilizados para desenvolver diferentes tratamentos de químioterapia contra o cancro, os cães para isolar a insulina. A colonagem foi feita com uma ovelha adulta, Dolly, e outra ovelha foi também essencial para Pasteur descobrir que as doenças infecciosas tinham origem em germes. Outras espécies mais invulgares, como os armadilhos ou o peixe-zebra, também vieram em auxílio da espécie humanae das suas investigações. A infografia mostra alguns animais e os testes mais importantes em que participaram.

Todos os anos, scrificaram-se milhões de animais em nome da Ciência, para o estudo de doenças, desenvolvimento de tratamentos e investigação em gerel. Não conseguimos inventar métodos alternativos?

Genérico Cancro Medicamentos Cirurgia e transplantes Imunologia Neurologia Psicologia e comportamento Outras patalogias e transtornos fisicos

Ratos, cobaias e roedores

Descoberta do ADN e síntese das proteínas.

Estudos sobre o cancro de ensaios clínicos.

Alexander Fleming descobre o efeito terapêutico da penicilina nas infecções bacterianas.

Teste com tranquilizantes, antidepressivos e outros medicamentos para tratar a perturbações nervosas e psíquicas.

Desenvolvimento dos anticorpos monoclonais como ferramentas de diagnostico ou terapêuticas.

Estudos sobre regeneração neurológica: conseguiu-se que ratos paralíticos recuperassem a mobilidade nas patas traseiras.

Primatas

Estudo de terapias genéticas para combater as doenças de Parkinson e de Alzheimer.

Desenvolvimento de técnicas de quimioterapia.

Desenvolvimento dos primeiros medicamentos para atenuar a dor e a enflamação na artrite reumatóide.

Descoberta de vacinas contra doenças infantis como a tosse convulsa, a poliomielite, a rubéola e o sarampo.

Estudo e experimentação dos tratamentos contra a sida.

Descoberta do factor Rh dos glóbulos vermelhos do sangue.

Pesquisas para erradicar as hepapites B e C adquiridas por tranfusões sanguineas, um passo fundamental para controlar as hepatites virais.

Animais Aquáticos

O peixe-zebra e o axolote são dos poucos animais que podem regenerar praticamente qualquer parte do corpo.

Descoberta das sinapses eletroquímicas: o grande tamanho dos neurónios de polvos e lulas torna-se muito útil para estudar o funcionamento do cérebro.

Cavalo

Prevenção do tétano e difteria.

Cães e gatos

Isolamento da insulina em 1922. Posteriormente, foram desenvolvidos alguns sistemas para evitar a administração quotidiana.

Desconerta do tratamento contra o raquitismo.

Desenvolvimento dos medicamentos anticoagulantes.

Testes de técnicas de cirurgia cardiaca e cardiologia.

Avanços nos tratamentos para evitar a regeição nos transplantes e desenvolvimento da cirurgia não-invasiva, como a laparoscopia.

Evoluição das novas técnicas de anestesia nos anos 30.

Estudo das perturbações do sono, como a narcolegia.

Investigação de Pavlov sobre o reflexo condicionado.

Prevenção da ambliopia, que causa cegueria, e desenvolvimento de tratamentos contra o estrabismo.

Porcos

Experimentação de transplantes de órgãos animais para humanos.

Estudos sobre a cicatrização de feridas na pele.

Desenvolvimento da tomografia axial computorizada (TAC).

Ensaios com vacinas para combater o antrax.

Estudo do do metabolismo das lipoproteínas e do colestrol.

Armadilhos

Tratamentos farmacológicos contra a lepra.

Ovelhas

A ovelha Dolly foi o primeiro mamífero cionado a partir de uma célula adulta.

Estudos do comportamento das válvulas mecânicas implantadas para substituir as válvulas aorta.

Pasteur descubriu que as doenças infecciosas têm prigem num germe.

Descoberta do bacilo de Koch, responsável pela tuberculose.

Investigação ortopédica e estudo das doenças de ossos, ligamentos e músculos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: